Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2019

Se quiser que seu filho aprenda mais rápido, ensine-o a tocar este instrumento.

Calma, não estamos falando da bateria de panelas.
Créditos: El País | Brasil
Ler

Cinco passos para criar uma criança mentalmente forte.

Treinar seu cérebro será a base de sua fortaleza e confiança no futuro.
Créditos: El País | Brasil
Ler

Conteúdo relacionado
- 15 necessidades de seu filho que você deve atender para que ele tenha uma boa saúde mental

Comunicar com os adolescentes.

O desafio da adolescência não é só o da procura de uma identidade própria que não seja a imposta pelo mundo dos adultos. É, também, o da auto-regulação emocional. E este é, igualmente, o desafio dos pais.
Créditos: Público
Ler

II Jornadas Internacionais do Pensamento Emocional.

Estas segundas jornadas visam o reafirmar da pertinência da promoção do pensamento emocional e as suas implicações na educação, na saúde, justiça e na sociedade em geral. Apresentando diversos olhares sobre os processamentos do constructo de cada individuo desde a perspetiva da neuro-educação, metacognição, relações interpessoais e afetos, face às diversas áreas de investigação, conhecimento e prática.
Créditos: Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar, Direção Geral de Educação, Junta de Freguesia do Lumiar, ISCTE-IUL e Associação EducAccíon
Ler

BBVA - Aprendemos juntos,

"¿Qué puedes aprender de un astronauta?", Chris Hadfield.
Créditos: El País
Ver e ler

Carta aberta aos pais divorciados em conflito.

Caros pais separados ou divorciados, e que estão em conflito, esta carta é para vocês.
Créditos: DN | Life
Ler

Conferência - “Violência Doméstica, Maus tratos e Abuso Sexual”.

Conferência “Violência Doméstica, Maus tratos e Abuso Sexual” – com J. Pinto da Costa e Maria Clara Sottomayor, 25 janeiro, no Porto e Live Streaming.
Créditos: Crianças a torto e a Direitos

Ver

Violência doméstica. "As crianças são vítimas primárias, mesmo quando não são agredidas fisicamente".

Rui do Carmo coordena a equipa que analisa os homicídios ocorridos no âmbito da violência doméstica. E aponta as falhas no sistema, desde os erros cometidos nas esquadras, à forma como não se protegem as crianças filhas dos casais entre os quais existe violência doméstica.
Créditos: DN
Ler

Há uma nova ameaça nas salas de aulas, chama-se Fortnite.

O jogo online mais popular do mundo, que supera os 200 milhões de utilizadores registados, encanta crianças cada vez mais novas. Numa escola primária do Montijo, as aulas passaram a decorrer de forma diferente por causa do Fortnite. Também os psicólogos começam a receber casos de pré-adolescentes com dependência do videojogo e pedem aos pais para estarem atentos.
Créditos: DN
Ler

Conteúdo relacionado
- Crianças estão a ser internadas por dependência do jogo “Fortnite”. “É como heroína”
“Fortnite”. Tudo o que os pais precisam de saber sobre o jogo mais popular do ano

Ensino doméstico. Cá em casa, a professora chama-se mãe.

Fazem-no porque procuram alternativas à escola, por motivos religiosos ou por terem filhos com necessidades especiais. Há um boom do ensino doméstico e cada vez mais mães ensinam os filhos em casa. 
Créditos: Observador
Ler

Os homens também são vítimas de abuso sexual e há uma associação que já ajudou 146.

Associação de apoio a homens vítimas de violência sexual, a Quebrar o Silêncio, funciona há dois anos e duplicou os atendimentos em 2018. Maioria das vítimas demora entre 20 a 30 anos a falar sobre os casos.
Créditos: Público
Ler

Pais e directores defendem mudanças curriculares para combater insucesso no 1.º ciclo.

Programas extensos e pouca articulação com as famílias, defendem, podem explicar que em distritos como Beja e Faro 22% das crianças chumbem pelo menos uma vez até ao 4.º ano.
Créditos: Público
Ler

conteúdo relacionado
- Em Beja e Faro mais de 20% não fazem o 1.º ciclo sem chumbar
- 22% dos alunos 1.º ciclo nos distritos de Beja e Faro chumbam pelo menos uma vez

Filhos herdam o sofrimento dos pais.

Uma investigação fascinante e surpreendente recuou ao século XIX para perceber o efeito dos traumas e do sofrimento nos descendentes de quem os viveu.
Créditos: Sapo LyfeStyle
Ler

1,8 milhões de portugueses terão de mudar de emprego até 2030.

A transformação digital vai levar à perda de 1,1 milhões de trabalhos na indústria e no comércio e criar entre 600 mil a 1,1 milhões nas áreas da saúde e das profissões técnicas, diz estudo da CIP, que defende uma "aposta séria" na reconversão profissional de adultos.
Créditos: DN
Ler
Conteúdo relacionado - “Robôs” eliminam 1,1 milhões de empregos em Portugal até 2030, avisa estudo da CIP

BBVA - Aprendemos juntos.

“Tenemos que ir a la movilización educativa de la sociedad”, José Antonio Marina.
Créditos: El País
Ver e ler

Ser obediente, é bom?

Quando fazemos o exercício de pensar em crianças, por norma, imaginamos crianças com energia, a rir e a brincar. Por outro lado, dá-nos um sentimento de certa estranheza imaginar uma criança no seu cantinho quieta, como se, não existisse. Não raras vezes, estamos demasiado preocupados com as crianças ditas “hiperativas” e esquecemo-nos de olhar para as crianças “hiperpassivas”. Crianças que fazem os possíveis para serem invisíveis, que nunca perturbam e são, regra geral, extremamente obedientes.
Créditos: Up to Kids
Ler

NOESIS - Notícias da Educação.

Boletim do mês de janeiro da revista Noesis, publicada pela Direção-Geral da Educação. 
Créditos: dge-mec
Ler

A tecnologia está a mudar o nosso corpo. E um dia o seu gadget favorito pode fazer parte de si.

Sabe quantas horas por dia passa com o seu smartphone? E se, um dia, este dispositivo não estiver só consigo mas até passar a fazer parte de si? A tecnologia não muda só a forma como nos comportamos ou trabalhamos, está também a introduzir alterações no nosso corpo. De mudanças na postura até à transformação da forma como pensamos, como vamos ser no futuro?
Créditos: DN | Insider
Ler

Só o PS diz não para já ao fim do 2.º ciclo do ensino básico.

Reorganização dos ciclos de ensino vai ser de novo debatida no Parlamento. PSD, CDS e PCP concordam. BE está hesitante e PS rejeita. Mas o PSD também garante que mudanças só terão o seu voto se existir uma revisão de fundo da Lei de Bases do Sistema Educativo, aprovada em 1986.
Créditos: Público
Ler

Conteúdo relacionado
Conselho de Educação diz que 2.º ciclo de escolaridade "é uma originalidade portuguesa"
O que disseram vários ex-ministros da Educação sobre o fim do 2.º ciclo do ensino básico
Um modelo que persiste há mais de cinco décadas 

Segundo a ciência, esta é a fórmula para aprender mais e melhor.

Aprender ao longo da vida é algo que, cada vez mais, temos de passar a fazer. Uma vez que a mudança é a única constante, o mote terá de ser aprender, desaprender e reaprender – sempre. A questão é como.
Créditos: Visão
Ler

O prato certo - alimentação saudável e económica.

O prato certo é o resultado das escolhas informadas e adequadas que fazemos todos os dias, assumindo o controle sobre a alimentação e melhorando a qualidade do nosso estilo de vida. A alimentação adequada tem que ser uma fonte de satisfação para os sentidos, de saúde e de estreitamento das relações familiares e de amizade, sempre a um custo acessível.
Créditos: Associação In Loco e Direção Geral de Saúde
Ver e ler
Conteúdo relacionado - O prato certo facebook
- O prato certo - Receitas e dicas para comer bem e poupar
- Observatório Regional de Segurança Alimentar do Algarve

Um mundo de extremos: muito mais gente com fome e muita gente com calorias em excesso. E em Portugal?

Há três anos consecutivos que a fome aumenta no mundo. O número de pessoas com fome é já igual à população dos EUA, Indonésia e Paquistão junta. A situação agravou-se sobretudo em África e na América do Sul, mas é na Ásia que se concentram mais pessoas em situação de desnutrição. Jornalismo de dados em dois minutos e 59 segundos. Para explicar o mundo.
Créditos: Expresso
Ver

Encontros com pais: À conversa com os pais de hoje.

Um conjunto de encontros que pretende juntar os pais à volta dos temas que ocupam o ranking das suas preocupações relativamente ao crescimento dos filhos e que envolvem toda a família. Porque todos temos dúvidas e a experiência dos outros pode ser a nossa solução. Perguntar, refletir e partilhar depois do arranque com uma breve apresentação teórica acerca do tema.
Créditos: Red  Apple
Ler

Medicação para Hiperatividade: os prós e os contras.

Trata-se de um tema polémico e que vem sido debatido há muito tempo por especialistas das mais diversas áreas.
Créditos: Pumpkin
Ler

BBVA - Aprendemos juntos.

"El mensaje de Jane Goodall a las niñas que quieren ser científicas", Jane Goodall.
Créditos: El País
Ver e ler

Não sobrecarregue os seus filhos com atividades (os especialistas explicam porquê).

Da escola para o futebol, o piano, o inglês e muitas outras atividades, as crianças ficam demasiado ocupadas e sem tempo para terem liberdade, para desenvolverem a criatividade, para fazerem as suas próprias escolhas ou para brincarem. E brincar é oxigénio para os mais pequenos. 
Créditos: DN Magazine
Ler

Quatro a cada dez crianças não tem vínculos fortes com seus pais.

Em um estudo com 14.000 crianças dos Estados Unidos, 40% não têm fortes vínculos emocionais – o que os psicólogos chamam de apego seguro – com os pais, que são cruciais para o sucesso mais tarde na vida, de acordo com um novo relatório. Os pesquisadores descobriram que essas crianças são mais propensas a enfrentar problemas educacionais e comportamentais.
Créditos: Crianças a torto e a Direitos
Ler

Relatório indica que 86% das crianças angolanas não tem alimentação adequada, habitação ou saúde.

Um total de 86% de crianças angolanas dos 0 aos 23 meses estão privadas de uma alimentação adequada e cerca de 75% estão igualmente privadas de uma habitação, 71,8% da saúde, 53,8% da água.
Créditos: Crianças a torto e a Direitos
Ler

Crianças expostas a publicidade a alimentos pouco saudáveis ingerem mais calorias!

Apesar de existir, por parte de muitas pessoas, a tentação de alguma forma suavizar o conceito de obesidade, esta é considerada uma doença crónica. Como tal, deve ser encarada com a seriedade que qualquer outra doença crónica merece. 
Créditos: Mundo da Nutrição
Ler

Propinas rendem mais de 330 milhões a universidades e politécnicos.

Responsáveis do superior avisam que Orçamento do Estado terá de cobrir verbas, que são quase 24% das receitas do setor. Só o corte anunciado de 20% da propina máxima, já neste ano, tira dois milhões a algumas instituições.
Créditos: DN
Ler

Escola reserva campo de jogos para meninas e pai queixa-se à comissão para a igualdade de género.

Um pai confrontou a escola, que considera que esta é uma forma de discriminação positiva.
Créditos: Público
Ler

Os jovens, as festas e os excessos.

Os adolescentes devem estar bem informados sobre os riscos que correm quando bebem álcool ou consomem droga.
Créditos: TSF
Ler e ouvir

BBVA - Aprendemos juntos.

"Normas para niños y padres en el uso de la tecnologia", Elizabeth Kilbey.
Créditos: El País
Ver e ler

Pornografia infantil autoproduzida: todos os alertas são poucos!

Vale a pena ouvir e amplificar os alertas para o fato de os filhos perceberem muito mais do que os pais acerca da internet, mas saberem infinitamente menos sobre os perigos que ela representa.
Créditos: Observador
Ler

Conteúdo relacionado
As crianças tornaram-se fornecedoras de imagens para pornografia infantil — sem saberem. A nova tendência preocupa a PJ

Crianças com menos brinquedos brincam por mais tempo e de maneira mais criativa.

Em uma sociedade que valoriza, infelizmente, muito o ter e o consumir, aqui está um excelente estudo para servir como reflexão. Pesquisadoras da Universidade de Toledo, em Ohio, nos Estados Unidos, fizeram um experimento com crianças com idades entre 18 e 30 meses (um ano e meio até 2 anos e meio).
Créditos: Conexão Planeta
Ler

Plantar árvores nas cidades devia ser visto como uma medida de saúde pública, diz cientista.

E se as cidades conseguissem, com uma só medida, reduzir a obesidade e a depressão, aumentar a produtividade e o bem-estar e diminuir a incidência de asma e doenças cardíacas nos seus habitantes? As árvores urbanas oferecem todos estes benefícios e muito mais: filtram o ar, ajudando a remover as partículas finas emitidas pelos carros e fábricas, retêm a água da chuva e diminuem as despesas com o aquecimento.
Créditos: The UniPlanet
Ler

Recursos para os pais sobre o mundo dos videojogos.

O mundo dos videojogos tem crescido de forma rápida e paralela ao desenvolvimento das novas tecnologias: das antigas consolas de videojogos que se ligavam à televisão, passámos pela era das consolas portáteis que se ligam à Internet e atualmente são criados vários ambientes de realidade virtual que permitem o jogador interagir com ambientes de 360º.
Créditos: Internet Segura
Ler

Quase 60% dos jovens começam a trabalhar sem curso superior.

Cerca de 60% dos jovens portugueses ainda entram no mercado de trabalho sem qualificações superiores. Encontrar estratégias para atrair mais jovens é o tema da Convenção do Ensino Superior, que começa nesta segunda-feira.
Créditos: DN
Ler
Conteúdo relacionado - Portugal tem muitos alunos no secundário mas poucos chegam ao superior

O cérebro humano pode ser alvo de um ciberataque?

Há incentivos para criminosos atacarem os equipamentos que controlam implantes cerebrais, argumenta o investigador de Oxford Laurie Pycroft. Afinal, “quanto é que as pessoas estariam dispostas a pagar para voltar a ter controlo do cérebro?”
Créditos: Público
Ler

José Gil: "O passado está a ser engavetado, digitalizado e virtualizado".

Populismo, ameaça de fascismo, perigo de extinção ou catástrofes ecológicas. Tudo o que estamos a viver ou aquilo a que estamos a assistir por todo o planeta é novo e não tem paralelo. Por isso, José Gil evita prever o futuro próximo da humanidade e justifica-o por não existir um paradigma com que se possa comparar o novo estágio das sociedades com o que foi até agora a história. «O imobilismo é apodrecimento», diz o filósofo português. Mas levanta a questão: «Que é que os professores vão ensinar?»
Créditos: DN
Ler

Parentalidade na era digital.

Orientação parental para a proteção online de crianças contra a exploração sexual e o abuso sexual.
Créditos: Ordem dos Psicólogos

Ler

Em 2019, vamos comer melhor e proteger o planeta.

Neste início de 2019, sabemos que a produção alimentar é um dos principais responsáveis pelo aquecimento do planeta e pela emissão de gases com efeitos de estufa. E também que uma alimentação errada é a principal responsável pelos anos de vida saudáveis perdidos pelos portugueses. Felizmente, com um pequeníssimo esforço, é possível mudar muita coisa se multiplicarmos estas ações individuais por muitos milhões de pessoas.
Créditos: Nutrimento | Direção-Geral da Saúde
Ler|

Raparigas ficam mais deprimidas ao usar as redes sociais.

Preocupações com a aparência e poucas horas de sono por estarem muito tempo online faz com que exista uma maior predisposição para as raparigas terem depressões. Créditos: DN Ler

Abuso psicológico pode afectar um quinto dos idosos. Os mais pobres, sós, doentes.

Idosos que têm dificuldades em pôr comida na mesa, os mais pobres, os que têm sintomas depressivos e os que vivem sozinhos relevam-se mais vulneráveis. As mulheres são as principais vítimas, identificou um estudo da Universidade do Porto. Créditos: Público Ler

"Ou estão na escola ou estão no sofá." Há que derrubar os "muros" à volta das crianças.

O investigador Carlos Neto defende que é preciso derrubar os muros construídos à volta das crianças e lamenta que na rua se vejam mais adultos a passear cães, do que a passear com crianças. Créditos: TSF Ler e ouvir

BBVA - Aprendemos juntos.

"Siete pasos para ayudar a tu hijo a entender sus emociones", Rafael Guerrero. Créditos: El País Ver e ler

As crianças tornaram-se fornecedoras de imagens para pornografia infantil — sem saberem. A nova tendência preocupa a PJ.

É uma realidade nova e a que mais preocupa a PJ. Sem consciência dos perigos e com fácil acesso às redes sociais, as crianças partilham cada vez mais imagens íntimas, que acabam na mão de criminosos. Créditos: Observador Ler

Pobres até no crescimento cerebral.

Estrato social dos pais tem influência no desenvolvimento do cérebro das crianças, avança novo estudo. Créditos: Visão Ler

Resoluções de Ano Novo. Ler é muito importante e a ciência dá-lhe 7 razões para o fazer.

E não estamos a falar de posts no Facebook ou Instagram. Os livros afetam diferentes partes do cérebro e tornam-nos mesmo mais inteligentes. Créditos: MAGG | Observador Ler

Admirável Mundo Novo.

Os avanços surpreendentes na área da Inteligência Artificial, dos algoritmos e da aprendizagem automática. As promessas revolucionárias na resolução dos grandes problemas da Humanidade. E também os eventuais perigos para a espécie humana de uma superinteligência que nos ultrapasse. Arlindo Oliveira, presidente do Instituto Superior Técnico, guia-nos por este Admirável Mundo Novo. Créditos: SIC Notícias Ver